sexta-feira, 20 de junho de 2014

Uma quarta-feira para cá e para lá...

Depois de ter começado as férias, foi o primeiro dia em que sai de casa super cedo e só cheguei à hora de jantar, estado por sinal super cansada e até mesmo com dores de cabeça.
Então, comecei por ir até Setúbal onde tinha uma reunião marcada com o meu orientador de estágio... Qual foi o resultado? Bom, vou reformular o meu relatório, o que significa que vou perder mais um pouco das minhas férias (já para não falar nas pesquisas para a tese que vou começar mas enfim)... Depois fui apanhar o comboio da linha do sado, acho que foi a primeira vez que o fiz, e fui até à Baixa da Banheira onde estava a Tysh à minha espera, para ir almoçar a sua casa com os seus pais e a Nessie. Já à muito tempo que não ia lá e gostei muito, gosto sempre de lá ir porque estou sempre muito bem! E nós divertimo-nos sempre com alguma coisa quer na televisão, quer no computador... Somos umas malucas.
Mas no meio das nossas maluquices descobrimos que a reunião que ela tinha não era às 18h mas às 16h ou seja, fomos literalmente a correr até ao barco (por sorte apanhámos) para irmos para Lisboa. Como não estava à espera, sabia que tinha de esperar pela minha mãe pelo menos até às 18h30 para ir para casa por isso, em São Sebastião fez-se luz! Ao ver os adeptos da Holanda lembrei-me do futebol park e como podia ir lá ver o jogo. Por isso, voltei a apanhar o metro e lá fui eu até ao Marques do Pombal.
Aquilo estava cheio de Holandeses, com imenso calor e um pequeno grupo de adeptos da Austrália. Sentei-me por lá e assisti a um belo jogo, sempre cheio de emoções fortes. A meio da segunda parte a Tysh liga-me a dizer que vinha ter comigo e veio aproveitar os últimos 10 minutos de jogo, com bolachas e uma garrafa de água. No final do jogo despedimo-nos e cada uma foi para casa, combinando que o próximo seria no domingo, mas desta vez para a Coreia.

1 comentário:

TySh disse...

gosto tanto dessa foto, ficou mesmo gira =)

desculpa lá termos ido a correr não estava mesmo nada á espera. pior ainda, a rapariga pela qual lhe arranjei o estágio nem sequer apareceu. lata. muita lata.